A Taberna Bistrô – recompensa por chegar (andando!) na Pedra Furada!

clip_image001Há coisas que não se pode esconder ou tentar disfarçar: meus nomes Giane Berticelli lembram algo italiano, não? Infelizmente fiquei apenas com o nome… o pouco do dialeto que a minha avó materna ainda fala, pra mim é indecifrável! Uma pena. Bom, mas falei disso para dizer, que desde pequena, comer algo bem gostoso era sinônimo de recompensa, por ter feito alguma coisa, ou às vezes por não ter feito outras (hehehe)! E em se tratando de comer bem, posso dizer que sempre fiz todas as tarefas, ia bem em todas as provas, sempre me esforçava ao máximo… assim sabia que algo delicioso me esperava, que minhas recompensas estavam garantidas. Tudo bem que levei alguns anos para perder vários quilos a mais acumulados com tantas recompensas, mas essas são realmente águas passadas…

A nossa segunda noite na Serra de SC descreve exatamente isso: um bom jantar recompensa! Nesse segundo dia de viagem resolvemos realizar a caminhada do Morro da Igreja, contornando o Cindacta II (ponto habitado mais alto do estado de SC – 1822 metros de altura) e chegando até o furo da Pedra Furada. Pra mim era uma novidade a possibilidade de realizar esta trilha. Sempre visitei o Morro da Igreja e a Pedra Furada, e sempre imaginei como seria interessante chegar lá. Então, estávamos nós a caminho.

clip_image002

clip_image003

clip_image004

A trilha foi conduzida pelo José Marcos da empresa Serra Sul Ecoturismo, e levou aproximadamente 5 horas (ida e retorno). O calor estava demais, mesmo a mais de 1800 metros de altura. Com o calor, os mosquitos não deram muita trégua, mas confesso que a paisagem é belíssima, vale muito todas as mordidas. Lá de cima é possível contemplar a Serra Geral e todas as demais elevações que diminuem até chegar no litoral. O caminho não é difícil, porém cheio de descidas e subidas, por isso é preciso cuidar muito com o joelho! Anda-se muito sobre pedras, o que exige um bom sapato, mas fora isso diria que uma garrafa de água, um protetor solar e uma máquina fotográfica bastavam para contemplar um lugar tão lindo.

clip_image005

clip_image006

clip_image007

clip_image008

clip_image009

Na volta, nuvens carregadas nos acompanharam até o final da trilha, e nos deram um verdadeiro banho até chegar no carro. Confesso que foi um dos melhores banhos de chuva que já tomei! No caminho de volta, comecei a pensar sobre o momento tão bom que estava por vir: A Taberna Bistrô.

clip_image010

clip_image011

clip_image012

A Taberna Bistrô já é tradição em Urubici, fica bem na entrada da cidade (para quem chega a partir de Floripa). Uma casa em tons de madeira e amarelo, bem decorada, aconchegante com sua lareira (claro que agora estava apagada!), pouquíssimas mesas, e que recentemente adaptou parte do seu espaço para a construção de uma adega climatizada. O chef Fernando Moniz adora o que faz, e procura sempre evoluir nos sabores de seus pratos agregando os ingredientes locais, como o pinhão, a maçã, as amoras e a truta. Já estivemos ali diversas vezes, e sempre aguardo ansiosa pela próxima oportunidade para provar algo diferente do cardápio.

clip_image013

Nessa noite de recompensa, depois de uma longa caminhada, muitas mordidas de mosquito e um banho de chuva, escolhemos uma entrada bem serrana: pinhões salteados no azeite. Eles estavam deliciosos, com uma textura como se tivessem sido assados num fogão a lenha, para depois finalizar no azeite de oliva. Aliás, durante o Brasil Sabor, evento nacional do qual A Taberna também participa, é possível saborear o Menu Degustação – Sequência de Pinhão e outras especialidades do chef com este ingrediente.

clip_image014

clip_image015

Como prato principal escolhemos a Truta Tropical, filés de truta cobertos com um molho de tomate bastante espesso e com bananas fritas. O prato acompanhava uma farofa simples, com rodelas de cebola, muito saborosa. Para que vocês não fiquem só nessa truta e para que entendam um pouco melhor o que é A Taberna, vou fazer um colinha de viagens anteriores e apresentar outros sabores divinos: a Salada de Maça e a a Truta a Portuguesa! Ah, e se você gosta de uma pimentinha, peça a especial, a que eles preparam.

clip_image016

clip_image017

clip_image018

De sobremesa, dessa vez, foi repeteco: Delícia Mineira. É tão gostosa a mistura inusitada, que já preparei em casa para os amigos (com as devidas referências ao chef!), e foi sucesso! Trata-se de uma fatia de goiabada cascão coberta de castanhas tostadas, sobre uma cama de queijo catupiry acompanhada de uma bola de sorvete de creme. Não consegue imaginar? Pega o carro e vai até lá, porque vale a pena! Com entrada + prato principal + sobremesa + vinho, pagamos algo em torno de R$ 160,00 para duas pessoas. Ah, e aqui somente dinheiro ou cheque!

clip_image019

Ah, ia quase esquecendo. Se você gostar bastante do lugar e quiser ficar, não se preocupe, A Taberna tem 2 chalés bem charmosos, bem do ladinho do restaurante, e que podem ser reservados pelo site do Bistrô ou por telefone. Fica a dica!

clip_image020

A Taberna Bistrô

Av. Pref. Natal Zilli, 3330, Urubici - Santa Catarina
Telefone: (49)3278 5121

http://www.urubici.net/

E se você deseja conhecer um pouco mais da Serra de SC, acesse outros posts da Conselheira para Viagens (conselheiraparaviagens.blogspot.com).

Um comentário:

  1. Opa,bom dia,Olha eu aqui denovo,blog muito bom,sempre que dá passo por aqui,continua postando ai,quero ver isso aqui cada vez melhor,alguem ai sabe desse site http://www.rastreadorgps.org/ ? to querendo saber se é bom,dizem que rastrea carro,moto,pessoas até...alguem ja ouvir falar?abraços,bom trabalho ai com o blog que ta fera!

    ResponderExcluir